Banner Gov BA

Vendas de Natal devem injetar R$ 68,4 bilhões no varejo, aponta pesquisa

fonte Metro1

Avanço da vacinação e o retorno das festas familiares e de empresas devem impulsionar compras, segundo representantes do setor

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Cerca de R$ 68,4 bilhões serão injetados na economia com o movimento de compras de fim de ano, incremento que deve ser puxado pela volta das festas natalinas familiares e corporativas e diante do avanço da vacinação contra o coronavírus. A projeção é de uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offer Wise Pesquisas, aproximadamente.

“Com o avanço da vacinação e o pleno funcionamento das atividades comerciais em todo o País, a expectativa é que 77% dos consumidores presenteiem este ano, retornando ao patamar de consumo pré-pandemia”, diz o levantamento da CNDL e da SPC Brasil.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ainda segundo o estudo, é esperado que 123,7 milhões de pessoas devam ir às compras de presentes de Natal, o que leva à projeção da injeção dos R$ 68,4 bilhões na economia.

Entre aqueles que não pretendem presentear no Natal, a CNDL e a SPC Brasila aferiu que a principal justificativa, apontada por 26% dos entrevistados, é a falta de dinheiro. Outros 19% alegaram falta de costume de presentear no Natal e 16% alegam falta de emprego.

Na avaliação do presidente da CNDL, José César da Costa, o progresso na imunização anti-Covid e a reabertura total das atividades comerciais em todo o país trazem uma expectativa para o setor, mesmo em um cenário de dificuldade econômica.