Banner Prefeitura

TSE aponta erros de militares e rejeita novas propostas para eleições

fonte Bahia.ba

Das 7 sugestões apresentadas pelos militares, 3 foram negadas de forma assertivas enquanto que as demais já estão em prática e não há o que mudar, informou o Tribunal

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

As sugestões das Forças Armadas sobre o processo eleitoral de 2022 foram rejeitadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta segunda-feira (9). Das 7 sugestões, 3 foram negadas de forma assertiva enquanto que as demais já estão em prática e não há o que mudar, informou o Tribunal.

Na resposta divulgada nesta segunda, a equipe do TSE aponta que as Forças Armadas confundem “conceitos” e erram cálculos ao apontar risco de inconformidade em testes de integridades das urna

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A decisão da corte ocorre no momento em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) amplia insinuações golpistas, ataques às urnas e promete uma auditoria que pode “complicar” o tribunal.

Em ofício enviado aos membros da CTE (Comissão de Transparência Eleitoral), órgão que tem uma cadeira para as Forças Armadas, o presidente do tribunal, Edson Fachin, reafirma que o pleito deste ano terá segurança.

“A Justiça Eleitoral tem historicamente assegurado a realização de eleições íntegras em nosso país. O êxito e a credibilidade conquistados pela instituição nesta tarefa maior de promoção da democracia firmam esta Justiça especializada como verdadeiro patrimônio imaterial da sociedade brasileira”, afirmou Fachin.

Bolsonaro disse, na última semana, que o tribunal deveria “agradecer” ao Ministério da Defesa pelas propostas e “tomar providências”.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.