Idoso é detido após receber 11 doses de vacina contra covid

Redação, via Correio

Indiano Brahmadeo Mandal usou dados de parentes para conseguir

Foto: reprodução

Um idoso indiano foi detido em um centro de saúde onde iria tomar a 12ª dose da vacina contra a covid-19.

Segundo o jornal The Independent, Brahmadeo Mandal, de 84 anos, já havia tomado onze doses da vacina usando carteiras diferentes de identidade, além de dados de parentes.

“O governo fez uma coisa maravilhosa”, afirmou Brahmadeo, explicando porque ia se vacinar tanto. O idoso afirmou que a cada aplicação se sentia melhor.

“Depois de tomar as doses, minhas dores no corpo desapareceram. Eu costumava ter dores nos joelhos e andava com uma bengala. Agora não. Me sinto bem”, disse ele à BBC.

Na Índia, a orientação é tomar duas doses da vacina. Trabalhadores da saúde e pessoas acima de 60 anos com comorbidades devem tomar a terceira dose.

Brahmadeo, que é funcionário aposentado do serviço postal indiano, disse que tomou a vacina pela primeira vez no dia 13 de fevereiro do ano passado. Ele voltou em março, maio, junho, julho e agosto para novas doses, usando três documentos de identificação dele e também de outros familiares.