Banner Prefeitura

‘Não há hipótese’ de militares apoiarem eventual golpe de Bolsonaro, diz Pacheco

Redação, via Bahia.ba

‘Não há hipótese de amparo a iniciativas sem previsão na Constituição’, disse o presidente do Senado

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Em meio à pressão para que haja posicionamentos firmes de autoridades contra os arroubos golpistas do presidente Jair Bolsonaro (PL), O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou, nesta segunda-feira (16), que “não há hipótese” de as Forças Armadas apoiarem Bolsonaro caso ele não aceite os resultados das eleições presidenciais deste ano.

“Tive alguns encontros com Exército, Marinha, Ministério da Defesa; todos com uma relação cordial e constitucional. Não houve em nenhuma hora uma crítica veemente [ao processo eleitoral]”, declarou, durante o programa Roda Viva, da TV Cultura.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Não há hipótese de amparo a iniciativas sem previsão na Constituição”, explicou

Pacheco ainda defendeu que a sociedade brasileira tem a obrigação de se unir durante este período “de certa instabilidade, de ataques antidemocráticos, de arroubos que parecem popular pra um determinado grupo, mas que na verdade são atentados muito nocivos à sociedade brasileira”.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.