Banner Prefeitura

Manifesto pede renúncia de Alexandre de Moraes; ex-ministros endossam carta

Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil
Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil

Uma carta aberta foi realizada requerendo a renúncia do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. A carta foi realizada pelo centro acadêmico 11 de Agosto, da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e assinada por juristas, advogados, políticos, movimentos sociais, entidades de classe e endossadas pelos ex-ministros de Justiça José Eduardo Cardozo, Tarso Genro e os ex-ministros de Direitos Humanos, Maria do Rosário e Rogério Sottili.

O texto critica declarações que foram dadas por integrantes do governo Temer após as mortes nas prisões, como a referência ao episódio por parte de Temer como “acidente” e o ex-secretário nacional de Juventude que afirmou que o massacre “tinha que matar mais”. A carta aponta que a postura de Moraes é “omissa, inábil e populista, [tornando-o] absolutamente incompatível com a posição de ministro da Justiça”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o documento também afirma que o novo Plano Nacional de Segurança, que foi anunciado pelo ministro, foi “formulado a portas fechadas e centrado fundamentalmente em policiamento e no recrudescimento da política de drogas”.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.