Banner Prefeitura

Líderes tentam costurar acordo no projeto que altera imposto de renda

Redação

Prevista para quinta-feira (12), votação do PL 2337/21 foi adiada para a próxima terça-feira (17)

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Os líderes partidários da base do governo tentarão costurar até a próxima terça-feira uma acordo sobre o projeto de lei 2337/21. A matéria integra a reforma tributária e iria ser votada na quinta-feira (12), mas teve sua apreciação adiada a pedido dos líderes. Apesar de concordar com a mudança na votação, o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), demonstrou desagrado com a medida.

“(significa)Adiar o processo em busca de soluções impossíveis, de temas impossíveis, de métodos impossíveis e maneiras impossíveis, (assim) não vamos chegar nunca a um consenso nesse Plenário”, disse. No entender de Lira, deve-se ter “grandeza e lucidez” para levar a proposta em votação e aqueles que não tiverem satisfeitos com o texto devem apresentar destaques para votação em separado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No diálogo entre os líderes da base, o deputado Efraim Filho (DEM-PB) defendeu o adiamento. “Vamos fazer um acordo de procedimentos e assumir o compromisso de votação na terça-feira, sem obstrução”, disse. A proposta teve apoio da maioria das lideranças.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.