Ex-coordenador da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol se filia ao Podemos

Evento em Curitiba contou com a presença de Sergio Moro, que também se filiou à sigla em novembro

Foto: Reprodução/Youtube

O ex-coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol oficializou sua filiação ao partido Podemos nesta sexta-feira (10). O evento, que aconteceu em Curitiba, no Paraná, contou com a presença de Sergio Moro, que também se filiou ao Podemos em novembro.

Na filiação, Dallagnol citou o STF, criticando sua atuação que, segundo ele, teria interferido na operação Lava Jato. “Nós vimos o STF também desestimular as delações premiadas e a devolução do dinheiro que havia sido desviado de todos nós”, disse o ex-procurador.

Dallagnol, que foi o braço direito do ex-Juiz Moro nas investigações da Lava Jato, pediu renúncia do Ministério Público Federal em novembro deste ano alegando que gostaria de “fazer mais pelo Brasil”. Na época, falou indiretamente da Operação Lava Jato. Segundo ele, houve esperança de construir um país mais justo durante as prisões realizadas pela investigação.

Além de Moro, a deputada federal Renata Abreu (SP) e os senadores Alvaro Dias, Oriovisto Guimarães e Flávio Arns, ambos do Podemos-PR, estavam presentes no evento.