Banner Gov BA

Ciro critica falta de debate sobre eleições em 2022 e diz que Moro não deve resistir até lá

fonte Bahia Notícias

Foto: Agência Brasil/Reprodução

O pré-candidato à presidência da República Ciro Gomes (PDT) diz ver a realização de campanha antecipada “calorosa” de vários nomes que se colocam como aspirantes ao Palácio do Planalto, mas a leitura dele é de que há pouco debate. “Temos campanha antecipada sob o ponto de vista de nomes, de pesquisa, mas praticamente zero debate na eleição”, opinou o ex-ministro em entrevista a CNN nesta quinta-feira (18).

A leitura de Ciro é de que em abril do ano que vem haverá um filtro importante com o prazo derradeiro das filiações. “Daí vai ter um quadro esclarecido”, acredita o pré-candidato ao acrescentar que somente no mês de julho, com o prazo final para a realização das convenções, o quadro final estará estabelecido.

Para ele, apesar do grande número de nomes que atualmente se colocam como pré-candidatos, no fim restarão “no máximo cinco candidatos competitivos”. Entre as figuras que, na visão de Ciro, devem desistir do pleito está o ex-juiz Sergio Moro (Podemos). O pedetista criticou a capacidade de debate e o entendimento de Moro da situação do país e disse “duvidar que ele resista a essa pré-campanha”.

Em outro ponto da entrevista, Ciro defendeu a necessidade de colocar esses candidatos para discutirem a situação vivida pelo e no país. O ex-ministro ainda apontou que é a hora de “chamar para o debate” figuras como o ex-juiz Sergio Moro (Podemos).