Banner Prefeitura

Chegaremos até Bolsonaro nas investigações, diz líder da oposição sobre CPI do MEC

Com informações do Metro1 - Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A CPI visa investigar os casos de corrupção no Ministério da Educação

Líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse, nesta segunda-feira (4), que, se instalada, a CPI do MEC poderá indiciar o presidente Jair Bolsonaro (PL).

“A CPI não pode convocar o presidente da República, mas eu tenho certeza que no curso da investigação nós chegaremos até ele”, declarou o senador, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

A CPI visa investigar os casos de corrupção no Ministério da Educação. Denúncias apontaram para a existência de um balcão de negócios para a distribuição de recursos para a educação, esquema que seria operado pelos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, ligados a Bolsonaro.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.