Banner Prefeitura

Marido mata esposa e dorme ao lado do corpo da vítima na Bahia

Reprodução | Medeiros Neto
Reprodução | Medeiros Neto

Leanatan Borges Silva, 22 anos, “o Natan”, foi preso suspeito de ter matado a esposa Maria Vera Silva Rocha, 49, também conhecida como “Pituchinha” e ter dormido por dois dias ao lado do corpo da mulher, que já estava em estado avançado de decomposição. O crime aconteceu na cidade de Medeiros Neto (a 868 quilômetros de Salvador).

De acordo com o site Medeiros Neto, Natan apresentava um forte mal cheiro quando foi preso. O corpo de Pituchinha foi encontrado por vizinhos e pelo pai da vítima sobre um colchão, em um cômodo da casa onde morava com Natan.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eles teriam perguntado ao homem aonde Maria Vera estada e ele havia respondido que a mesma estava doente. Segundo a irmã da vítima, Natan já tinha ameaçado a esposa de morte.

Ao confessar o crime, o rapaz informou que a mulher era usuária de drogas e que chegaram a discutir, pois não queria que ela usasse naquele momento. No auge da discussão, ele usou um instrumento – desconhecido – para golpear a vítima no pescoço. Ele ainda disse que não lembrava que Pituchinha estava morta, pois alegou ter “amnésia”.

O crime aconteceu na última segunda-feira, 2, e Natan foi preso na tarde desta quarta, 4. Ele será conduzido para o presídio de Teixeira de Freitas, onde permanecerá a disposição da Justiça.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.