Banner Prefeitura

Passageiros de van rendem suspeito de assalto e gravam vídeo; vigilante que reagiu foi baleado

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

“Estamos aqui para desabafar. Estamos cansados de ser assaltados por [indivíduos] como este que não tem coragem de trabalhar. Tomam o pão de cada dia de pais de família. Por mim você morre. Você não quis saber quando puxou o gatilho(…)”. Este é o trecho do desabado gravado em um vídeo no qual passageiros de uma van assaltada no distrito de Humildes, em Feira de Santana, rendem um suspeito de assalto na manhã desta quinta-feira (12), até a chegada da Polícia Militar.

O suspeito usou um revólver calibre 38 para anunciar o assalto, mas um vigilante reagiu e acabou sendo atingido na mão esquerda. O passageiro foi socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O acusado vai responder por tentativa de latrocínio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O motorista da van, disse ao Acorda Cidade que havia 17 passageiros no veículo. “Estávamos vindo pela BR-324, e na altura do America Outlet, em um ponto antes, tinha seis passageiros, paramos, e eles adentraram ao veículo. Logo após eu retornar para a rodovia, ele anunciou o assalto, e com ajuda de uma mulher começou a recolher os pertences dos passageiros. Os assaltantes estavam nervosos e logo em seguida um passageiro viu um momento oportuno de reagir. Na ação corajosa ele foi baleado na mão, mas passa bem”, relatou o motorista que teve a identidade preservada.

Segundo o sargento PM Alves, o suspeito foi identificado como Alan de Jesus, que disse residir no bairro Aviário.

“Ele disse que foi o primeiro assalto, mas sabemos que não é. Ele age com uma mulher identificada como Sheila, que os passageiros não conseguiram segurar e fugiu. Eles assaltam usando calça e uma bermuda por baixo e depois tiram a calça e ficam só de bermuda”, informou o policial.

O vigilante já foi medicado e passa bem. Ele já esteve na delegacia para prestar depoimento e registrar a queixa. Ao Acorda Cidade o passageiro disse que o acusado apontou a arma para a filha dele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Do Acorda Cidade


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.