Banner Gov BA

China libera carne brasileira certificada antes do embargo

Redação - fonte: G1

País asiático informou que continuará não importando proteína bovina do Brasil com certificado emitido após 4 de setembro

Foto: reprodução

As autoridades chinesas liberaram parcialmente a importação de carne bovina brasileira. A permissão é restrita às proteínas certificadas até 3 de setembro. O embargou ao produto brasileiro começou em 4 de setembro após dois casos atípicos de vaca louca terem sido notificados em Minas Gerais e Mato Grosso..

A Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês) mantém o veto mesmo após a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) ter informado que as ocorrências não representam risco para a cadeia de produção bovina brasileira.

A China compra quase metade das cerca de 2 milhões toneladas que o país exporta. Com o embargo, as exportações totais de carne do Brasil caíram 43% em outubro, na comparação com igual mês do ano passado, segundo a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo). Em receita, o faturamento da exportação ficou em US$ 541,6 milhões no mês passado – queda de 31% na mesma base comparativa.