Para sair do Z4 e afundar um concorrente direto, Bahia visita o Sport nesta quinta-feira

Redação, via Galáticos Online

O confronto será na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, às 21h.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Bahia entra em campo nesta quinta-feira (18) para medir forças contra o Sport, pela 33ª rodada. O confronto será na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, às 21h.

Primeiro time dentro da zona de rebaixamento com 36 pontos, o time comandado por Guto Ferreira terá quatro baixas certas. O volante Jonas, que se recupera de uma lesão na coxa, e o zagueiro Raniele, isolado por ter testado positivo para covid-19, não participam do clássico.

Para completar a lista, o treinador Guto Ferreira não conta com o atacante Rossi e o lateral Matheus Bahia, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Caso vença o Leão da Ilha, o Tricolor irá bater um tabu de 11 anos sem vencer o rival fora de casa. O último triunfo foi 25 de setembro de 2010, quando bateu os pernambucanos por 2 a 1, pela Série B.

No histórico geral dos confrontos, o Tricolor tem boa vantagem: 24 vitórias, 15 empates e 15 derrotas.

Sport

O Sport continua afogado na zona de rebaixamento. A equipe vem de uma sequência negativa, com três derrotas, e precisa somar pontos para tentar escapar da Série B no ano que vem. Com 30 conquistados, está apenas seis atrás do Juventude, primeiro time do Z-4.

Para o clássico, o técnico Gustavo Florentín não tem suspensos para a partida. O meia Gustavo, que cumpriu suspensão na última rodada, retorna e está à disposição do comandante.

FICHA TÉCNICA:
SPORT X BAHIA

Local: Arena de Pernambuco, em Recife (PE)
Data: 18 de novembro de 2021, quinta-feira
Horário: Às 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

SPORT:

Mailson, Ewerton, Thyere, Sabino e Sander; Marcão, Zé Welison, Hernanes e Gustavo; Paulinho Moccelin e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín

Bahia:

Danilo Fernandes, Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Patrick, Mugni e Daniel; Raí Nascimento, Gilberto e Ronaldo. Técnico: Guto Ferreira