Banner Gov BA

Formiga se emociona em noite de adeus com goleada da seleção feminina

O Brasil goleou a Índia por 6 a 1, em jogo disputado pelo Torneio Internacional de Futebol Feminino

Créditos: Thaís Magalhães/CBF

A meio-campista Formiga fez o seu último jogo pela seleção brasileira feminina na noite desta quinta-feira (25), na Arena da Amazônia. O Brasil goleou a Índia por 6 a 1, em jogo disputado pelo Torneio Internacional de Futebol Feminino. A baiana, de 43 anos, se emocionou com o adeus que contou a presença de sua mãe, Dona Celeste, nas arquibancadas.

“Tenho nem palavras, de verdade. Para mim foi um dos maiores presentes ter minha mãe aqui nesse momento, vivendo isso. Eu sonhei tantas vezes com esse momento, e ele chegou. Comprei passagens tantas vezes, e ela sempre me enrolando”, brincou. “Tudo que Deus faz, Ele faz perfeito. E hoje foi uma noite perfeita. Minha mãe está aqui, assim como minha sobrinha, meu empresário, e a única coisa que eu desejo é que minha mãe possa ter anos e anos ainda para que ela possa me acompanhar agora fora das quatro linhas”, continuou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em 26 anos de serviços à seleção, Formiga disputou 234 jogos e marcou 37 gols. Ela é a única jogadora que participou de todas as edições dos Jogos Olímpicos da modalidade entre 1996 e 2020, totalizando um total de sete, ajudando o Brasil a conquistar duas medalhas de prata em 2004 e 2008. Além disso, esteve presente no vice-campeonato da Copa do Mundo de 2007 e nos títulos dos Jogos Pan-Americanos de 2003, 2007 e 2015. Apesar de parar de jogar pelo time Canarinho, a baiana quer continuar ajudando as compatriotas fora do campo.

“Meu desejo é continuar ajudando essas meninas. Ela sabe a dificuldade que eu passei, e que meu único desejo é continuar ajudando outras meninas, que passam tanta dificuldade no Brasil. Vou me ausentar por mais alguns anos fora de casa, mas ela sabe que é por um propósito bem positivo. Eu acredito que ela vai continuar me incentivando até o final”, finalizou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fora da seleção brasileira, Formiga seguirá jogando futebol pelo São Paulo, clube onde atua desde que deixou o PSG e voltou ao Brasil. A baiana tem contrato com o Tricolor paulista até o final de 2022.

A vitória do Brasil sobre a Índia foi construída através dos gols de Debinha, Geyse, Giovana, Kerolin e Ary Borges, duas vezes. Com o resultado, a equipe comandada pela técnica Pia Sundhage lidera o torneio com os mesmos três pontos do Chile, mas leva vantagem nos critérios de desempate. O próximo desafio do time será no domingo (28), contra a Venezuela, novamente na Arena da Amazônia.

Créditos: Thaís Magalhães/CBF