Baiano Hebert Conceição assina contrato e entra para boxe profissional

Redação

Medalhista olímpico competia como atleta amador antes do contrato

Foto: Wander Roberto/COB

O baiano Hebert Conceição assinou contrato para se tronar atleta profissional de boxe. Medalhista de ouro em Tóquio, o atleta assinou contrato com a Probellum, uma empresa promotora de lutas do esporte. O anúncio foi feito pelo treinador Luiz Dórea nas redes sociais.

Com a assinatura, Conceição se torna oficialmente um atleta profissional. Antes, competia como amador. Medalhista de ouro na Olimpíada de Tóquio, Os combates profissionais se modificam, principalmente, pela duração. Nas Olimpíadas, onde atletas amadores são aceitos,só há três rounds, enquanto no profissional chegam a 12.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por causa das diferenças, poucos boxeadores profissionais se arriscam nos Jogos. Medalhistas em Londres-2012, Yamaguchi Falcão e Esquiva Falcão não foram para o Rio-2016. O mesmo ocorreu com o baiano Robson Conceição, que não tentou a vaga em Tóquio-2020.

Apesar de ter assinado o contrato, Hebert, de 23 anos, não precisa desistir do sonho do bicampeonato olímpico em Paris-2024. A regra que determinava que apenas atletas amadores tinham permissão para participar dos Jogos não existe mais, e os profissionais estão liberados para competir.

(Metro1)


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.