Prefeitura baiana diz que “faltou consideração e empatia” após Amado Batista deixar show

fonte: Aratu On

Caso ocorreu na noite da última segunda-feira (18/7)

Nesta quarta-feira (20/7), a prefeitura de Wenceslau Guimarães publicou uma nota de repúdio contra o cantor Amado Batista, que chamou a atenção na noite da última segunda-feira (18/7), após abandonar o palco durante um show na cidade do interior da Bahia. No meio da apresentação, o cantor parou de cantar para reclamar com a produção: “Se vocês não arrumarem esse som, eu não volto, tá!?”. Logo em seguida, ele deixou o palco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A apresentação acontecia na Praça Nair Lopes Jenkins, em comemoração ao aniversário de 60 anos de emancipação política do município. Na nota de repúdio, a Prefeitura classificou a atitude de Amado Batista como desrespeitosa: “Amado Batista não mostrou consideração e empatia para com o público presente, fãs de toda a região, que lotaram a praça Nair Lopes Jenkins para vê-lo”.

A gestão municipal ainda afirmou que cumpriu com tudo o que foi solicitado pela banda do artista. “A Prefeitura reitera seu compromisso com o povo de Wenceslau Guimarães e afirma que tudo o que foi solicitado pela banda, incluindo o som, que normalmente é exigido pelas produções dos grandes artistas, foi atendido a fim de garantir a qualidade do show”.

Ainda segundo a nota, não havia necessidade do cantor deixar o palco “porque o problema com o monitor de retorno já estava sendo corrigido pela equipe técnica”.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Prefeitura de Wenceslau Guimarães vem a público demonstrar repúdio pela atitude desrespeitosa por parte do cantor Amado Batista, que, na noite desta segunda-feira (18), véspera do aniversário da cidade, não concluiu seu show para o qual foi contratado.

Ao final da apresentação, Amado Batista alegou problemas técnicos com o seu retorno de palco, o que segundo ele, impossibilitou a continuação do show.

A prefeitura reitera seu compromisso com o povo de Wenceslau Guimarães e afirma que tudo o que foi solicitado pela banda, incluindo o som, que normalmente é exigido pelas produções dos grandes artistas, foi atendido a fim de garantir a qualidade do show.

Amado Batista não mostrou consideração e empatia para com o público presente, fãs de toda a região, que lotaram a praça Nair Lopes Jenkins para vê-lo.

Não havia motivos para o abandono de palco, uma vez que o problema com o monitor de retorno já estava sendo corrigido pela equipe técnica.

É importante frisar que Amado Batista abriu mão do trabalho de seu técnico de som oficial, uma vez que o mesmo não se encontrava na festa junto com os demais membros de sua equipe.

Vale salientar também que todas as demais atrações da noite: Jeff Torres, Jaldo Rodrigues, Kaique Lima e Netinho do Arrocha, se apresentaram sem nenhum tipo de problema com a sonorização da festa.

A Prefeitura Municipal lamenta o ocorrido, agradece a linda participação e o total apoio do público presente.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.