Mulher presa por manter filha adolescente e bebê em cárcere privado, tem liberdade provisória decretada pela Justiça

Redação

Informação foi confirmada nesta sexta-feira (3) pela Polícia Civil, mas ainda não há detalhes se a investigada já foi solta

Foto: Divulgação SSP

A Justiça concedeu liberdade provisória à mulher que manteve a filha adolescente de 13 anos e um bebê em cárcere privado, em Salvador. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (3) pela Polícia Civil (PC). Ainda não há detalhes se ela já foi solta.

A PC identificou que o bebê não tinha parentesco com a com a investigada. As identidades dela e dos pais da criança não foram divulgadas.

Conforme reportagem do G1, o bebê foi encontrado com a genitália lesionada e tinha sinais de desnutrição. Ele recebeu atendimento médico em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A polícia não informou em qual UPA ele foi internado e, nesta sexta, não há informações se ele já teve alta médica. A adolescente foi encaminhada para um abrigo, sob assistência do Conselho Tutelar.