Banner Prefeitura

Feira: Caminhoneiros protestam contra aumento do diesel e fretes congelados

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade
Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Caminhoneiros realizaram uma manifestação na manhã deste sábado (14), em Feira de Santana, contra o preço dos combustíveis e os valores baixos dos fretes. Eles interditaram os dois sentidos do km 420 da BR-116 Norte, próximo à passarela do bairro Cidade Nova, e momentos depois liberaram, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), parte dos sentidos das pistas para a passagem de automóveis e ônibus.

O inspetor Emerson Fontes informou que houve queima de pneus, mas após a chegada da PRF, foi negociada a liberação da pista com caminhoneiros, o que, segundo ele, ocorreu de forma pacífica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Nós negociamos vias alternativas, para que as pessoas que não têm a ver com a manifestação como carros pequenos, ônibus, motos e ambulâncias pudessem passar normalmente.

O caminhoneiro Siderlon Santiago disse que a categoria vem sofrendo com o aumento do diesel, e os valores dos fretes não acompanham o reajuste. “Aumentam o óleo, o pedágio, pneu está caro, e o frete só decaindo. A gente quer que o governo olhe para a motorista. O Brasil depende da gente, e a gente precisa trabalhar. Todos aqui são pais de família”, afirmou.

Ele informou que o protesto ocorreu em várias cidades do país. Ainda de acordo com Siderlon Santiago, o frete de Feira de Santana para São Paulo, por exemplo, custa em torno de R$ 2.800. “E em um frete de 5 mil sobram somente 400 reais, pois o pneu é 2 mil reais e o óleo diesel consome todo”, disse.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade
Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Do Acorda Cidade


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.