Banner Prefeitura

Lava Jato: Família Odebrecht deixará gestão da companhia em dois anos

A família Odebrecht não terá nenhum membro participando da administração nem dos conselhos da companhia homônima.

A informação é do portal Valor Econômico, segundo o qual a decisão é um esforço para a organização sobreviver aos desdobramentos da Operação Lava Jato. Emílio Odebrecht deixará a presidência da empresa dentro de dois anos e a família terá papel de investidor, não mais de gestor.

O grupo planeja abrir o capital da Odebrecht Engenharia em 2018, opção que o ex-presidente Marcelo Odebrecht, preso em Curitiba, rejeitava.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.