Banner Prefeitura

Ex-presidentes do TSE divulgam nota em defesa da urna eletrônica

fonte Metro1

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro fizeram manifestações por todo o Brasil pedindo pelo retorno do voto impresso

Foto: reprodução

O presidente, vice-presidente, futuro presidente e todos os ex-presidentes do Tribunal Superior Eleitoral, desde a Constituição de 1988, divulgaram nesta segunda-feira (2) uma nota em que defendem a segurança do atual formato das eleições no Brasil, realizado por meio da urna eletrônica.

No domingo (1º), apoiadores do presidente Jair Bolsonaro fizeram manifestações por todo o Brasil pedindo pelo retorno do voto impresso. Em Salvador, os apoiadores se reuniram no Farol da Barra e foram até o Monumento do Cristo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O documento, assinado pelo atual presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, e por dois futuros presidentes, os ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes, afirma que “eleições livres, seguras e limpas são da essência da democracia”.

Os ministros defendem que desde 1996, quando da implantação do sistema de votação eletrônica, jamais se documentou qualquer episódio de fraude nas eleições. “Ao longo dos seus 25 anos de existência, a urna eletrônica passou por sucessivos processos de modernização e aprimoramento, contando com diversas camadas de segurança”, afirmam na nota pública.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.