Banner Gov BA

Black Friday deve alcançar 8,5 milhões de pedidos no e-commerce

Redação, com Bahia.ba

Volume corresponde a um aumento de 13% frente a 2020 e deve gerar um faturamento de R$ 6,1 bilhões

Foto: Pexels

A edição deste ano da Black Friday, marcada para esta sexta-feira (26), deve gerar 8,5 milhões de pedidos no e-commerce, volume 13% maior do que em 2020. No ano passado, as vendas online aumentaram em função da pandemia de Covid-19, mas a Black Friday (que cai sempre na última sexta-feira de novembro) ocorreu em um período com comércio aberto na maior parte do país.

Se confirmado, o volume de e-commerce projetado vai gerar um faturamento de R$ 6,1 bilhões. A expansão em termos financeiros deve girar em torno de 18%, também com relação a 2020. Os dados são de um levantamento da Neotrust.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com a revista Exame, o crescimento em 2021 se deve em parte ao maior número de pedidos e consumidores, mas também é influenciado pela inflação e pela alta do dólar. A edição do ano passado foi a maior do varejo digital, com 4,52 milhões de consumidores ativos.

A Neotrust constatou que 59% das pessoas pretendem comprar algum produto por meio online este ano, enquanto 36% disseram que a decisão de compra dependerá das vantagens oferecidas. Para garantir a venda, as empresas vão mais uma vez investir em frete grátis.

De acordo a Neotrust, entre 75% e 80% das compras pelo varejo digital acontecerão sem o consumidor ter custo do transporte. “O frete é – e sempre será – um dos fatores decisivos na hora da compra digital. A prova disso é que que cada vez mais há uma procura por entregas baratas ou grátis”, disse o CEO da Neotrust, Fabrício Dantas, em comunicado.