Banner Prefeitura

Operação da PM acha animais engaiolados em Salvador, Praia do Forte e Sauipe

Redação

Niguém foi preso e os bichos foram encaminhados para o Centro de Triagens de Animais Silvestres (Cetas).

Foto: divulgação/SSP

Em ação conjunta, a Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) resgataram 73 animais silvestres que seriam vendidos ilegalmente em Salvador e na Região Metropolitana. A operação foi deflagrada na segunda-feira (9/5), com o objetivo de combater crimes ambientais.

De acordo com o comandante da unidade, major Sergio Dias, a operação foi iniciada na Praia do Forte e Porto do Sauipe, município de Mata de São João, em pontos estratégicos para coibir o comércio ilegal desses animais. Na ocasião, 20 aves foram resgatadas e duas armas de fogo apreendidas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na terça-feira, 27 gaiolas vazias foram apreendidas e 53 animais resgatados no bairro de São Caetano, na Península Itapagipana e no Complexo do Nordeste de Amaralina, em Salvador.

Nos locais, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública, as equipes encontraram dois jabutis, 14 papa capins, nove azulões, oito cardeais, cinco pássaros pretos, cinco canários da terra, quatro periquitos, três da espécie coleira, um chorão, um rolinha Fogo-Apagou, um caboclinho e um papagaio.

“É uma operação de apoio ao Inema e acontece até esta quarta-feira (11). Não houve prisões até o momento. Os animais foram encaminhados para o Centro de Triagens de Animais Silvestres (Cetas)”, finalizou o comandante da Coppa.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.