Máquina desgovernada desce ladeira e destrói parede de imóvel na Bahia

Este foi o segundo acidente no mesmo local em menos de uma semana

Foto: Blog Marcos Frahm

Uma máquina pesada desceu desgovernada uma ladeira na cidade de Jaguaquara, no Vale do Jequiriçá, no sudoeste da Bahia, e destruiu a parede de um imóvel, na quarta-feira (12). O veículo era operado por uma empresa terceirizada e fazia a recuperação da pista no bairro Palmeira após as chuvas na região. Ninguém ficou ferido.

Este foi o segundo acidente no mesmo local em menos de uma semana. A prefeitura de Jaguaquara informou que o veículo era operado pelo Consórcio do Vale do Jequiriçá (Convale), e conduzido por um profissional habilitado. Não há detalhes sobre o que teria provocado a situação.

Testemunhas disseram que, no momento do acidente de quarta-feira, um agente da Guarda Municipal sinalizava o trecho em obras e um casal passava pelo local. Ao perceberem a chegada do veículo, os três correram e por pouco não foram atingidos.

Foto: Blog Marcos Frahm

Com o impacto, o portão e uma parede do imóvel ficaram destruídos. Um veículo estava estacionado dentro do imóvel e foi atingido por parte da estrutura que foi derrubada no momento da batida.

Em nota, a prefeitura acrescentou que as máquinas foram revisadas pela equipe de manutenção do consórcio com avaliação e liberação para a execução da obra na região e que não houve negligência por parte da Administração.

Na quinta-feira (6), um acidente semelhante ocorreu no mesmo local. A prefeitura explicou que uma equipe trabalhava na reestruturação da ladeira e uma das máquinas atingiu três motocicletas e uma van que estavam estacionados na via. Ninguém ficou ferido.

A gestão municipal disse que os donos dos veículos foram orientados a procurar a prefeitura e serão indenizados pelos prejuízos.

Jaguaquara foi uma das cidades mais afetadas pelas chuvas que atingiram o sul da Bahia nos meses de novembro e dezembro. De acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil do estado (Sudec), 175 municípios baianos estão em estado de emergência por causa dos temporais, que causaram 26 mortes e atingiu quase 860 mil pessoas.

Fonte: g1 Bahia