Homem é preso por agredir e enterrar companheira viva

Localizado na zona rural de Barro Preto, o suspeito confessou o crime e apontou o local onde enterrou a companheira viva

Foto: Ascom PC

Um homem foi preso nesta quinta-feira, 9, por suspeita de agredir e enterrar a companheira viva, na cidade de Itabuna (distante a 426 km de Salvador), no sul do estado. A mulher estava desaparecida desde 29 de novembro, quando saiu de casa para passar a semana com o indivíduo.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima tem 53 anos e foi localizada em uma região de mata, dentro de uma cova rasa, amarrada e com uma pancada na cabeça. Ela ainda apresentava sinais de desidratação e de confusão mental.

O suspeito foi encontrado pelas equipes na zona rural de Barro Preto. Ele confessou o crime e apontou o local onde enterrou a companheira viva.

Em depoimento, ele declarou que empurrou a mulher durante uma discussão. Ela bateu com a cabeça no chão e ficou desacordada. Ele achou que a companheira estava morta. Após reanimar a vítima, o suspeito a amarrou e enterrou. A ação ocorreu no dia 5 de dezembro.

A Polícia Civil tomou conhecimento do ocorrido na terça, 7, quando iniciou as investigações. Titular da Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), Evy Paternostro contou que o suspeito disse que sabia que a mulher estava viva e fez isso como castigo, pois estava com ciúmes e queria punir a companheira.

O indivíduo foi autuado por cárcere privado e se encontra à disposição da justiça. O coordenador de Itabuna ainda afirmou que foi solicitado a conversão do flagrante em prisão preventiva.

(Via A Tarde)