Empresário suspeito de sonegar mais de R$ 11 milhões é preso na Bahia

Operação Apostasia foi deflagrada nesta terça pelo Draco, Dececap, MP-BA e Secretaria da Fazenda do Estado

Foto: Natália Verena/Polícia Civil

Um empresário do ramo de supermercados foi preso na manhã desta terça-feira (14), em Alagoinhas, por meio da Operação Apostasia. Essa ação foi deflagrada nesta manhã em uma investigação de sonegação fiscal de mais de R$ 11 milhões em transações feitas em Alagoinhas e também em Feira de Santana. Estão sendo cumpridos 23 mandados e busca e apreensão em galpões, estabelecimento comerciais e imóveis

“Durante as buscas, recolhemos documentos e aparelhos eletrônicos, que ajudarão a chegar em mais provas deste grupo”, explicou a titular da Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap), delegada Márcia Pereira. A operação também conta com as participações do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Ministério Público da Bahia e da Secretaria da Fazenda da Bahia.

O proprietário da empresa preso nesta terça (14) é suspeito de praticar os crimes de sonegação fiscal, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Segundo as investigações, ele criava empresas em nome de “laranjas”, com o fim de sonegar impostos e em seguida abandonava as empresas e substituía por novas. O esquema envolveria 15 empresas no total, conforme o MP.

(fonte Bahia.ba)