Banner Prefeitura

Citando Ômicron, Rui Costa diz que sem vacina Bahia viveria ‘verdadeira carnificina’

fonte: Bahia.ba

Governador alertou para número recorde de casos e pediu ajuda dos cidadãos para avançar na imunização

Foto: Mattheus Miranda/bahia.ba

Após alertar para “avalanche de contaminação ao mesmo tempo” pela variante Ômicron da Covid-19 na Bahia, o governador Rui Costa reforçou a eficácia da vacina e afirmou que sem a imunização haveria uma “verdadeira carnificina”.

“Peço ajuda pra gente continuar o mutirão de vacinação. Pra gente tirar o atraso dessa vacinação e que a gente possa vacinar todas as pessoas o mais rápido possível, porque tá mais do que provado que […] se o que aconteceu no mundo é uma tragédia humanitária, com esse grau de contaminação dessa variante, se não fosse a vacinação, era uma verdadeira carnificina que nós estaríamos vivenciando”, declarou o gestor estadual, durante evento em Salvador, nesta quinta-feira (27).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda segundo Rui, o imunizante possibilitou que parte da população pudesse permanecer sob acompanhamento em casa e outras, que eventualmente precisassem de internamento, buscassem leitos clínicos e não de UTI.

“Então eu quero só reiterar a gravidade do momento e dizer que, infelizmente, os números são muito preocupantes, dado o volume. Porque esse número de demanda de leitos de UTI subirá necessariamente, na medida que suba a contaminação. Mesmo que algumas pessoas digam, e é verdade, que a proporção da Ômicron em levar pra UTI é menor”, alertou o petista.

Admitindo não saber se menor procura por leitos de terapia intensiva se dá por conta da nova cepa da Covid-19 ou da vacinação, Rui Costa disse acreditar que a “a maior probabilidade é que é o efeito positivo da vacina”. “Tanto é que 90% das pessoas que estão na UTI ou estão precisando de internamento hospitalar são aquelas que não foram vacinadas ou não completaram sua vacinação”, argumentou.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.