Após surto de Covid-19, cruzeiro é autorizado a seguir viagem para São Paulo

fonte BN

Os passageiros baianos conseguiram autorização para desembarcar em Salvador

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interrompeu as atividades não essenciais da embarcação Costa Diadema, que estava atracada em Salvador desde esta quinta-feira (30), após registrar surto de Covid-19 na embarcação.

Além disso, embarcação deixou a capital baiana na tarde desta sexta-feira (31), e os passageiros baianos conseguiram autorização para desembarcar em Salvador. Já os infectados, 56 tripulantes e 12 passageiros, também deixaram a embarcação.

No entanto, eles seguiram em um ônibus para um hotel, no bairro do Rio Vermelho. Até o momento 68 casos da doença foram confirmados.

A medida foi adotada após a investigação epidemiológica conduzida pela agência reguladora e por técnicos das Secretarias de Saúde do Estado da Bahia e do Município de Salvador, que concluiu pela declaração de transmissão comunitária de Covid-19, nível 4, a bordo da embarcação.

Ainda de acordo com os relatórios da embarcação, dentre os passageiros que testaram positivo para Covid-19 a grande maioria é assintomática, com apenas algumas pessoas com sintomas leves.

“Diante desse cenário, para proteger a saúde dos viajantes, a operação, inicialmente prevista para concluir o passeio no dia 3 de janeiro, foi interrompida…Foi solicitada à autoridade local de saúde a permissão para desembarque dos passageiros que testaram positivo para Covid-19, que ficarão em isolamento em hotéis já disponibilizados pela operadora do cruzeiro.”, diz comunicado da Anvisa.