AstraZeneca indica que vacinação com terceira dose é eficaz contra ômicron

Metro1

Reforço mostrou crescimento “significativo” em taxa de imunização contra variante de Covid-19

Vacina de Oxford-AstraZeneca | Foto: Divulgação

A empresa farmacêutica AstraZeneca informou, nesta quinta-feira (23), que testes demonstraram que a vacina produzida por ela protege contra infecções causadas pela variante ômicron da Covid-19, após a aplicação da dose de reforço. Os resultados são semelhantes aos da cepa delta, depois do recebimento de duas doses.

A pesquisa foi realizada pela Universidade de Oxford, com 41 voluntários. De acordo com a AstraZeneca, a terceira dose mostrou um crescimento “significativo” na taxa de imunização contra a variante. Foi verificado que a proteção é alta até um mês após a vacinação.

A farmacêutica também afirmou que está analisando evidências “do mundo real” na região sul da África, e coletando amostras sanguíneas de voluntários de seus testes de fases 2 e 3. “Os dados desses estudos são esperados em breve”, diz a nota.