Banner Prefeitura

Após virar réu, Moro diz que ação do PT contra ele é ‘risível’

fonte: Bahia.ba

Ex-juiz é acusado de causar prejuízos à Petrobras e à economia do Brasil por atuação na Lava Jato

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Após virar réu em ação popular movida pelo PT por supostos prejuízos à Petrobras e à economia brasileira causados por sua atuação na operação Lava Jato, o ex-juiz Sergio Moro (UB) ironizou a decisão judicial e o partido.

“A inversão de valores é completa: Em 2022, o PT quer, como disse Geraldo Alckmin, não só voltar à cena do crime, mas também culpar aqueles que se opuseram aos esquemas de corrupção da era petista. A ação popular proposta por membros do PT contra mim é risível”, disse Moro, em publicação nas redes sociais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-ministro afirmou ainda que se defenderá quando for notificado e que a decisão do juiz de lhe citar não envolve qualquer juízo de valor sobre a ação. “Todo mundo sabe que o que prejudica a economia é a corrupção e não o combate a ela”, argumentou Moro, segundo o qual “todos que lutaram contra a corrupção serão perseguidos na ‘democracia petista’”.


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.