Randolfe pede ao STF que responsabilize Bolsonaro por faltar a depoimento

O pedido de Randolfe se baseia no artigo 330 do Código Penal. Nele, é prevista detenção, de 15 dias a seis meses, e multa para que “desobedecer a ordem legal de funcionário público”

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido para que o presidente Jair Bolsonaro seja enquadrado no crime de desobediência e obstrução da Justiça, por ter faltado ao depoimento marcado para sexta-feira (28) na Polícia Federal. As informações são do portal UOL.

O pedido de Randolfe se baseia no artigo 330 do Código Penal. Nele, é prevista detenção, de 15 dias a seis meses, e multa para que “desobedecer a ordem legal de funcionário público”. Para o senador, a postura de Bolsonaro é “verdadeiramente afrontosa”.

O presidente foi intimado a comparecer ao depoimento pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes, após divulgar nas redes sociais a íntegra de um inquérito da Polícia Federal. O depoimento estava agendado para sexta (28).

A PF concluiu que Jair Bolsonaro cometeu crime em sua atuação no vazamento de dados sigilosos de investigação de suposto ataque ao sistema do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Via Metro1

Siga nosso Canal no WhatsApp, e fique atualizado com as principais notícias do dia.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

LEIA MAIS…

MAIS LIDAS

CONFIRA AS 10 +