Última noite da Vila de Santo Antônio da Lagoinha reúne grande público em Alagoinhas

Foto: Secom

Genuína manifestação popular da identidade nordestina, os festejos juninos que animam milhares de cidades e milhões de pessoas no Nordeste do Brasil também são lembrados com muitas cores, forró, barracas de comidas típicas e de licor, quadrilhas e aquela decoração tão especial que faz deste mês um dos mais acolhedores do ano para moradores e visitantes. Na Vila de Santo Antônio da Lagoinha, que encerrou na noite de ontem sua programação, o clima junino também tomou conta de milhares de pessoas que curtiram o evento com suas famílias e amigos no espaço montado em frente à Prefeitura de Alagoinhas.

Aliás, o evento, que aconteceu entre os dias 14 e 18, é uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo (SECET), com apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar. Cerca de 20 bandas, artistas locais e de outras cidades ,além dos grupos de quadrilha que se apresentaram nas cinco noites da Vila, colocando o público para dançar juntinho.

Ontem, milhares de pessoas lotaram o espaço, com direito a uma capelinha cenográfica com imagem de Santo Antônio, padroeiro de Alagoinhas, e a cenários ‘instagramáveis’ para as fotos de recordação. E o som ficou por conta de Jó Miranda, Marcio Brandon e Nagela Ramos, além da quadrilha alagoinhense Beija-flor.

Ademir de Souza Santos, o Menininho, organizador da quadrilha Beija-flor, disse que o grupo conquistou o primeiro lugar no grupo Semi-Especial do XV Campeonato Estadual de Quadrilhas Juninas realizado pela Federação Baiana das Quadrilhas Juninas (Febaq), em Salvador, no último sábado. “Hoje, estamos trazendo muita alegria e um lindo sonho de amor, que é o nosso tema, e vamos mostrar ao público que a periferia de Alagoinhas também tem grandes artistas”, diz Menininho.

Foto: Secom
Foto: Secom
Foto: Secom

Vila veio para ficar
Erivaldo Souza, diretor de Turismo da Secet, destaca que a Vila se consolidou como um evento junino se Alagoinhas. “Recebemos aqui, nos cinco dias, cerca de 10 mil pessoas. Isso mostra que a Vila de Santo Antônio da Lagoinha veio para ficar. Este é um evento para a família, que esteve sempre cheio de crianças”, destaca ele.

“Foi muito bom, inclusive para quem tem crianças. Porque a gente curte com mais segurança”, destaca Daine Santos.

Fonte: Secom

Siga nosso Canal no WhatsApp, e fique atualizado com as principais notícias do dia.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

LEIA MAIS…

MAIS LIDAS

CONFIRA AS 10 +