Banner Prefeitura

Vitor Fernandes, Alcymar Monteiro e Parangolé levaram forró, sofrência e curtição ao São João de Alagoinhas

Redação

Durante a noite de ontem (23), mais de 60 mil pessoas estiveram presentes na Avenida Joseph Wagner

Foto: reprodução

Junho chegou e, com ele, o calor da fogueira, o gosto do licor de jenipapo e de comidas feitas com milho para os lares alagoinhenses. Na Avenida Joseph Wagner, é possível ouvir o som do triângulo, da zabumba e da sanfona. A decoração da cidade mudou: as praças e casas passaram a ter cor com as bandeirolas e balões; o quadriculado voltou à moda e tomou conta das vitrines.

E, para alimentar ainda mais a tradição dos festejos juninos, que há dois anos não aconteciam por conta da pandemia da Covid-19, durante a noite de ontem (23), mais de 60 mil pessoas estiveram presentes na Avenida Joseph Wagner, para apreciar grandes cantores e bandas que passaram pelo palco do São João de Alagoinhas, levando a cultura do forró. Alcymar Monteiro, Vitor Fernandes e a banda Parangolé foram algumas das atrações da noite. [Fotos no final da matéria]

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Estamos muito satisfeitos, porque depois de dois anos de pandemia, e com nosso povo alagoinhense todo vacinado, a gente pôde fazer uma confraternização dessa com mais de 60 mil pessoas na praça toda noite e com os cantadores do sertão, do Nordeste, os artistas de Alagoinhas. Essa é uma das melhores festas da Bahia e do Brasil, então, é uma alegria muito grande poder fazer parte disso. E o melhor: com toda tranquilidade, conforto e segurança”, explicou o prefeito Joaquim Neto sobre a volta dos festejos juninos.

A noite começou com o show do artista da terra Tonho Pé de Serra, seguido pelo forrozeiro raiz Alcymar Monteiro – o rei do forró -, que trouxe grandes sucessos de sua carreira como “Bumba Meu Boi Bumbá”, “Cometa Mambembe”, “Imaginário Popular” e “O rei das Vaquejadas”. Na sequência, o cantor Vitor Fernandes, dono de hits que passeiam pela curtição e sofrência, fez a festa dos alagoinhenses. Robinho Show relembrou antigos sucessos do sertanejo e do arrocha, mesclando com o piseiro atual. Encerrando a noite, a banda Parangolé levou as pessoas ao delírio com o pagodão baiano, dando um show de dança, pirotecnia e músicas consagradas.

Durante a programação, que teve início no dia 13 de junho, também foram realizados o show do padre Alessandro Campos, que marcou encerramento da Trezena de Santo Antônio – padroeiro de Alagoinhas, e o início dos festejos juninos; o Esperando o Trem, no Mercado do Artesão; o Esquenta São João, na Joseph Wagner; e mais três dias de muita animação na Vila de Santo Antônio D’Lagoinha.

Hoje (24), a programação está prevista para iniciar às 20h, com shows das bandas Calcinha Preta, Nanabanda, Limão com Mel e muito mais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outros aspectos

Além das atrações, o circuito oficial do São João de Alagoinhas conta com estrutura pensada para agradar a todos. Com cerca de 60 barracas e mais de 80 ambulantes, é possível encontrar todo o tipo de comida e bebida na festa. “Que festa ótima. Estou aqui fazendo um bico para aumentar a minha renda pela primeira vez e está sendo uma experiência muito boa. Encontramos segurança e as pessoas estão se divertindo e comprando. Pretendo vir todos os dias“, afirmou a vendedora Helen de Oliveira.

Carlos Neto, dono do Camarote Ioiô, também afirma que foi um grande investimento. “Como morador daqui, não poderia deixar de prestigiar o São João da minha cidade. E confesso que tem sido muito bom. No dia 19, domingo passado, foi maravilhoso, assim como está a nossa expectativa para todos os dias. Só tenho a agradecer à Prefeitura de Alagoinhas, está tudo mil maravilhas. Tanto aqui dentro, como aqui fora”, comemorou.

A segurança do local também foi pensada para promover conforto para todos que passassem pelo circuito com apoio do Quarto Batalhão, mais de 50 policiais militares, 35 bombeiros, 27 brigadistas e cerca de 100 seguranças privados responsáveis por controles de acesso.

Também foi montado, na Avenida Joseph Wagner, um pronto atendimento com a equipe multidisciplinar e mais de 40 profissionais para atender à população. A estrutura do ponto de apoio conta com salas vermelha, amarela e verde, a depender da gravidade do caso. Além disso, a equipe do SAMU está de prontidão, para qualquer eventualidade que ocorra.

VEJA FOTOS: (Reprodução/Secom PMA)


O APO está no Telegram. Faça parte do nosso grupo, clique aqui.