Quarto Batalhão em Alagoinhas completa 84 anos de existência

Redação

Foto: reprodução/Google Maps

Nesta quinta-feira (23) o Quarto Batalhão está completando 84 anos de sua criação, a qual se deu através do Decreto nº 10.476, datado de 23 de dezembro de 1937. Sua primeira denominação foi 4º Batalhão de Caçadores (4º BC), situado à Praça Ruy Barbosa, onde atualmente funciona o HCA – Hospital das Clínicas de Alagoinhas, tendo como primeiro Comandante o tenente-coronel PM José Galdino de Souza, Patrono da Unidade.

A criação desta unidade obedeceu a uma política de interiorização da Polícia Militar e definiu-se como Batalhão por conta da evolução de um antigo “Destacamento do Nordeste”, aqui instalado para combater a ação do cangaço comandado por Virgulino Ferreira (LAMPIÃO).

O 4º BPM, até o ano de 1996, tinha responsabilidade territorial em 52 municípios. Porém, com a política de descentralização administrativa da PMBA, este espaço físico foi reduzido, de modo que a Unidade Operacional é composta atualmente por Companhias que executam o policiamento ostensivo nas cidades de Alagoinhas, Aramari, Inhambupe, Sátiro Dias, Araçás e Itanagra, além dos distritos e povoados.

Atualmente, o 4º BPM está sob o Comando do tenente-coronel PM Antonio Roque Avila dos Anjos. Em 2021 a OPM alcançou o ranking de 6ª unidade que mais apreendeu arma de fogo e artefatos explosivos na Bahia. No mesmo ano houve uma redução dos crimes violentos letais intencionais (CVLI), que fez com que os policiais que servem na unidade recebessem o PDP.

Todos os dias, desde 1937, há uma renovação do compromisso de bem servir à sociedade. Por isso, há um futuro de mais paz e mais segurança construído dia após dia, já que os serviços prestados pela Polícia são diretamente responsáveis pela criação de Estado cada vez mais próspero, equitativo e solidário.